carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Fed pode mostrar novo viés

Mercado espera que BC dos EUA indique mudanças

Efe, WASHINGTON, O Estadao de S.Paulo

12 de agosto de 2009 | 00h00

O Federal Reserve (Fed, banco central americano) iniciou ontem uma de suas reuniões mais esperadas, já que o mercado espera que os dois dias de discussões deem novas pistas sobre os rumos da economia. O encontro ocorre após a apresentação de vários dados econômicos positivos, como a queda do desemprego em julho e a alta da produtividade no segundo trimestre."A única dúvida sobre essa reunião diz respeito ao otimismo do Fed em relação à economia", disse David Wyss, economista-chefe da agência de classificação de risco Standard & Poor?s, para quem a reunião será importante pelo "grau de entusiasmo" das autoridades monetárias.Wyss, no entanto, acha que o Fed será comedido: "(Os dados) serão mais positivos que em reuniões recentes, mas não muito. Primeiro, porque a situação não justifica isso. Segundo, porque os bancos centrais não gostam ser otimistas demais".O analista Joel Naroff disse que o "assunto-chave" da reunião será qualquer mudança na linguagem do comunicado que o Fed divulga. Como a maioria dos analistas, ele também acha que será importante a decisão que o Fed tomar sobre a compra de US$ 300 bilhões em bônus do Tesouro com vencimento em setembro.Em março, a entidade surpreendeu ao anunciar um plano para estimular a economia. Desde então, comprou US$ 237 bilhões em bônus do Tesouro, para estimular a concessão de créditos.Para especialistas, a intenção do Fed de pôr fim ao programa poderia ser um indicativo de que a entidade está pronta para eliminar progressivamente os programas de resgate que lançou.Naroff crê que o Fed manterá o plano para o caso de precisar voltar a recorrer a ele. "Acho que o que o Fed realmente precisa atualmente é ter flexibilidade. E, na minha opinião, o que fará é manter o programa funcionando."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.