Fed: pressões inflacionárias nos EUA estão mais fortes

O ritmo de crescimento da economia norte-americana desacelerou-se desde o começo do ano e as pressões altistas sobre os preços de energia e matérias-primas estão se intensificando. É o que diz o Livro Bege, sumário das condições da economia americana que servirá de base para as decisões sobre a taxa básica de juros a serem tomadas na próxima reunião do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), marcada para o dia 18. O texto, divulgado nesta tarde, foi preparado pelo Federal Reserve Bank de Boston, com base em informações coletadas até 25 de fevereiro."Informes dos 12 distritos do Fed sugerem que o crescimento econômico se desacelerou desde o começo do ano. Dois terços dos distritos citaram enfraquecimento no ritmo da atividade das empresas, enquanto outros se referiram a crescimento restrito, lento ou modesto", diz o Livro Bege.De acordo com o documento, os informes da maioria dos distritos sobre as vendas no varejo são de debilidade ou enfraquecimento, embora o turismo em geral tenha continuado a se expandir. A atividade industrial foi vista como "patinando" ou tendo se desacelerado em cerca de metade dos distritos. Vários outros indicaram que a atividade industrial foi desigual ou que manteve tendência estável.O texto diz que a atividade no mercado de imóveis residenciais manteve-se fraca, em geral, e que os informes sobre os mercados de imóveis comerciais foram variados, mas também sugeriram desaceleração em vários distritos. Os setores agrícola e de energia mantiveram-se fortes, de uma maneira geral.Sobre inflação, o Livro Bege diz que "a pressão altista sobre os preços, proveniente de elevações nos preços da energia e das matérias-primas, foi notada em quase todos os relatórios dos distritos". O documento também diz que o distrito de Filadélfia relatou que as elevações nos custos das matérias-primas e nos preços de venda tornaram-se menos generalizados. O distrito de São Francisco indicou que as pressões de alta de preços para produtos que não sejam energia e alimentos foram limitadas.Segundo o Livro Bege, as pressões altistas dos salários foram em geral modestas, à medida que o ritmo de contratações se desacelerou em vários setores e o aperto nos mercados de mão-de-obra se reduziu bastante em vários distritos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.