Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Fed prorroga acordo com outros BCs até agosto de 2011

Os acordos, estabelecidos em maio, valiam até janeiro de 2011

Renato Martins, da Agência Estado,

21 de dezembro de 2010 | 13h03

O Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) autorizou uma prorrogação dos acordos temporários de troca (swap) de liquidez em dólar com o Banco do Canadá (BoC), o Banco da Inglaterra (BoE), o Banco do Japão (BoJ), o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco Nacional da Suíça (SNB). Os acordos, estabelecidos em maio, valiam até janeiro de 2011 e foram prorrogados até 1º de agosto de 2011.

Por esses acordos, o Fed faz empréstimos para esses bancos centrais, que, por sua vez, usam os recursos para fazer empréstimos em dólares para as instituições financeiras em seus mercados domésticos.

Os acordos de swap são de até US$ 30 bilhões no caso do BoC e sem limites no caso do BoJ. O comunicado do BoE divulgado em Londres diz que a instituição "continuará a fazer ofertas de dólares toda quarta-feira, até segunda ordem, permitindo que as contrapartes tomem empréstimos de somas ilimitadas contra colaterais elegíveis".

Ao confirmar a prorrogação do acordo com o Fed em Frankfurt, o BCE disse que a demanda por recursos em dólar por sete dias por parte dos bancos europeus foi modesta neste ano, "com não mais do que um ou dois bancos fazendo pedidos nas ofertas semanais. Na maioria das vezes, o volume emprestado não superou os US$ 60 milhões".

A participação do BC da Suíça "reflete a boa vontade do SNB, à medida que a crise financeira ainda não acabou", disse o economista David Marmet, do Zürcher Kantonalbank. Segundo ele, a demanda por esse instrumento na Suíça foi zero em 2010.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Fedswaprecursosbancos centrais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.