Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fed reduz déficit de capital de bancos após negociações--WSJ

O Federal Reserve reduziu o volume dos déficits de capital de vários bancos, antes de divulgar os resultados dos testes de estresse das instituições financeiras, informou o The Wall Street Journal neste sábado.

REUTERS

09 de maio de 2009 | 13h58

As mudanças vieram após dias de negociações com os bancos, segundo a publicação. O Federal Reserve utilizou um método diferente do esperado por analistas e investidores para calcular os níveis de capital necessários.

Na quinta-feira, reguladores norte-americanos pediram que grandes bancos do país levantem 74,6 bilhões de dólares para reserva de capital, na esperança de que isso restabeleça a confiança nas instituições financeiras e abra caminho para a recuperação da pior recessão já vista em décadas.

Os resultados dos testes --que envolveram mais de 150 autoridades regulatórias e avaliaram os balanços dos 19 maiores bancos do país-- efetivamente traçaram uma linha divisória entre a saúde e a fraqueza das instituições e determinou exatamente quanto de recursos elas precisam para fazer frente ao volume de empréstimos.

Ao menos metade dos bancos mostrou precisar de menos capital do que o previamente imaginado, informou o Wall Street Journal, mencionando pessoas próximas ao assunto.

O capital necessário para o Citigroup foi reduzido para 5,5 bilhões de dólares, ante cerca de 35 bilhões de dólares, após executivos do banco terem convencido o Fed a incluir impactos futuros do aumento de capital em transações pendentes, informou o jornal.

Já o capital necessário para o Wells Fargo foi diminuído para 13,7 bilhões de dólares, frente 17,3 bilhões de dólares e para o Fifth Third's, reduzido para 1,1 bilhão, ante 2,6 bilhões de dólares.

(Reportagem de Mark Weinraub)

Tudo o que sabemos sobre:
CRISEFEDTESTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.