Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Fed sinaliza abertura por mais cortes no juro, diz ata

A ata da reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) realizada em 28 e 29 de outubro, quando a autoridade monetária reduziu o juro básico norte-americano em 0,5 ponto porcentual para 1% ao ano, mostrou que o Fed está pronto para cortar o juro novamente, à medida que prevê um ano de recessão, com contração das atividades ao longo do segundo semestre de 2008 e do primeiro semestre de 2009. No documento, o Fed reduziu a previsão de crescimento real (descontado a inflação) do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA este ano de um intervalo entre 1% e 1,6% para algo entre estabilidade (0%) a 0,3%. Para 2009, a expectativa da autoridade monetária para a expansão do PIB passou de 2% a 2,8% para retração de 0,2% a alta de 1,1%. Em relação ao mercado de trabalho, o Fed elevou a previsão da taxa de desemprego em 2008 do intervalo de 5,5% a 5,7% para a faixa de 6,3% a 6,5%. Para o ano que vem, as projeções para o indicador de emprego passaram de 5,3% a 5,8% para 7,1% a 7,6%. As informações são da agência Dow Jones.

REGINA CARDEAL, Agencia Estado

19 de novembro de 2008 | 17h49

Tudo o que sabemos sobre:
criseFed

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.