finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

''''Fed só cortará juro se crise atingir economia real''''

O ex-presidente do Banco Central (BC) Affonso Celso Pastore afirmou ontem que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) só deverá reduzir a taxa de juros caso a turbulência que atinge os mercados financeiros chegue à economia real. "Não dá para dizer que o Fed vai baixar os juros amanhã, mas, se a turbulência pegar o lado real da economia, havendo encolhimento, então ele reduzirá as taxas."Segundo Pastore, as taxas de juros são apenas um dos instrumentos que o Fed pode usar para evitar que a volatilidade se alastre. Um deles, a oferta de recursos em troca de diferentes títulos, já vem sendo praticado. Por enquanto, Pastore acredita que o Brasil não será envolvido mais diretamente nesse período de oscilação, porque, segundo ele, o balanço de pagamento domésticos está muito bom. "Só se atingir a economia real global é que a vida do Brasil ficará um pouco mais difícil", disse Pastore.''''Ainda não sei se estou pessimista ou otimista em relação ao futuro dessa turbulência. Por enquanto, estou procurando entender a natureza do problema'''', complementou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.