carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Fed vai ampliar compra de ativos de hipotecas

A recessão nos Estados Unidos será mais profunda do que a estimada no início do ano, prevê o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) na ata divulgada ontem sobre a reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto dos dias 28 e 29 de abril. E, por isso, o Fed pode ampliar o programa de compra de ativos de hipotecas e títulos do Tesouro, além dos US$ 1,75 trilhão já anunciados, para acelerar a recuperação econômica do país."Alguns membros (do Fed) notaram que um maior aumento no montante total das compras pode ser preciso em algum momento para estimular um ritmo mais rápido de recuperação", diz o documento. Ontem mesmo, o Fed foi às compras e arrematou US$ 7,7 bilhões em títulos do Tesouro com vencimentos entre 29 de fevereiro de 2016 e 15 de maio de 2019, provocando alta dos papéis. Para as autoridades do Fed, a contração da economia americana neste ano será entre 1,3% e 2%. Em janeiro, a estimativa era de queda entre 0,5% e 1,3%. A previsão para 2010 também foi revisada em baixa, para um crescimento entre 2% e 3%. A taxa de desemprego deve avançar mais e ficar entre 9,2% e 9,6% em 2009. Para 2010, a perspectiva é de taxa superior a 9%. O Fed também afirmou que deve manter o juro entre zero e 0,25% por um período prolongado, possivelmente até 2010. Apesar das previsões negativas, as autoridades acreditam que os indicadores econômicos divulgados desde março "forneceram algumas evidências preliminares de que o ritmo de contração da atividade da economia real está começando a diminuir", como a melhora das condições financeiras e a retomada da confiança das empresas e das famílias.

, O Estadao de S.Paulo

21 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.