Federação dos bancos diz que torce pela redução de juros

O presidente da Federação Brasileira das Associações de Bancos (Febraban), Gabriel Ferreira, disse hoje que está torcendo e desejando a diminuição dos juros na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central que será realizada amanhã e quarta-feira. "Minha torcida, o meu desejo é que a taxa de juros sofra uma redução", disse Ferreira, ao participar da palestra do XIX Congresso Latino-Americano de Comércio Exterior (Clace 2003), na capital paulista.Ferreira disse que a queda dos juros dará um sinal de que a política econômica está no rumo certo. Ele afirmou que há muita pressão para a derrubada dos juros, mas que o Banco Central tem de tomar uma decisão "serena" que leve em conta as informações técnicas disponíveis do comportamento da inflação.O presidente da Febraban disse esperar também que o BC reduza o depósito compulsório sobre depósito à vista e a prazo. Ele afirmou que os juros e o spread (diferença entre a taxa de captação e empréstimos dos bancos) subiram com o aumento do compulsório e deverão recuar quando houver medida contrária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.