FedEx tem prejuízo trimestral de US$ 241 mi

A FedEx, empresa de remessa de encomendas que é considerada um termômetro da economia norte-americana, registrou prejuízo líquido de US$ 241 milhões, ou US$ 0,78 por ação, no quarto trimestre fiscal (encerrado em 31 de maio), ante um lucro líquido de US$ 610 milhões, ou US$ 1,96 por ação, no mesmo período do ano passado.Os últimos resultados incluíram um encargo de US$ 2,22 por ação relativo às operações de varejo, dado que inclui uma baixa contábil da compra da Kinko. A FedEx comprou a Kinko em 2004 numa tentativa de entrar no mercado de varejo dos EUA e competir mais efetivamente com a United Parcel Service (UPS).O faturamento da FedEx no quarto trimestre fiscal cresceu 8% em relação ao mesmo período de 2007, para US$ 9,87 bilhões. A média das estimativas de analistas consultados pela Thomson Reuters era de lucro por ação de US$ 1,47 sobre receita de US$ 9,6 bilhões.Diante do prejuízo registrado no último trimestre, a FedEx reduziu ainda mais a projeção de resultados para o ano fiscal, para um número novamente menor do que o estimado pelos analistas, numa demonstração de que continua a sofrer os efeitos do enfraquecimento da economia e da alta dos combustíveis. A empresa agora prevê lucro no ano fiscal de US$ 4,75 a US$ 5,25 por ação e lucro do primeiro trimestre fiscal de US$ 0,80 a US$ 1 por ação. A projeção dos analistas é de US$ 5,92 e US$ 1,27, respectivamente. No mês passado, a FedEx já havia reduzido sua estimativa de lucro no primeiro trimestre fiscal para US$ 1,45 a US$ 1,50 por ação. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.