Fed/Williams: internacionalizar moeda chinesa é natural

O presidente da distrital de São Francisco do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), John Williams, disse nesse sábado que a internacionalização da moeda chinesa é um avanço positivo, mas alertou que é necessário fazer mais para abrir a economia da China.

DOW JONES NEWSWIRES., Estadão Conteúdo

11 de outubro de 2014 | 15h31

"Após 35 anos de crescimento impressionante, eu acho que é um próximo passo natural e saudável para o desenvolvimento chinês a liberação dos mercados de capital e a liberação do sistema financeiro interno", disse Williams em painel para discutir o assunto na reunião anual do Instituto Internacional de Finanças (IIF). "E é óbvio que a internacionalização do renminbi é uma parte integral disso."

A maioria dos passos dos quais a China precisa estão incluídos em seu plano econômico de cinco anos, afirmou Williams, incluindo a liberação de seu sistema financeiro, a implementação do depósito compulsório e a liberação das taxas de depósito. De forma geral, "um sistema financeiro mais saudável e robusto internamente".

Williams, que vota nas reuniões do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) no ano que vem, não falou sobre política monetária norte-americana, nem sobre as condições da economia dos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAFedWilliamsChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.