Feira do setor náutico em SP terá barcos a partir de R$ 30 mil

Após semestre morno, estaleiros querem 'desencalhar' os estoques

Hugo Passarelli, Economia & Negócios

17 de outubro de 2013 | 10h43

O São Paulo Boat Show, feira do setor náutico, terá início nesta quinta-feira, 17, com opções que partem da casa dos R$ 30 mil. Após um primeiro semestre fraco, a expectativa do segmento é recuperar parte das vendas durante o evento, que será realizado até o dia 22.

Acostumado a crescer a um ritmo de dois dígitos, o Boat Show deve movimentar R$ 270 milhões neste ano, apenas um pouco acima do faturamento da última edição, de R$ 267 milhões. Serão cerca de 100 expositores, com mais de 230 embarcações, entre lanchas, veleiros, jests, infláveis e caiaques.

O setor não produz estatísticas com frequência, mas a percepção da Associação Brasileira de Construtores de Barcos (Acobar) é que os primeiros seis meses do ano tiveram os números mais tímidos desde 2011."A expectativa agora é recuperar as vendas para o fim do ano", afirma Eduardo Colunna, presidente da Acobar.

O ânimo mais comedido dos consumidores atingiu em cheio o setor náutico. A alta do dólar foi um dos impactos negativos, uma vez que muitos componentes são importados e impactam o preço final. Em 2013, a moeda acumula valorização de 6,4%. O câmbio também afetou a confiança dos empresários - o grande filão do setor.

Tudo o que sabemos sobre:
Boat Show

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.