Feira mostra explosão da TV3D

Evento em Berlim aponta tendências do mercado de eletrônicos, como a televisão com imagens tridimensionais

Ethevaldo Siqueira, BERLIM, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2009 | 00h00

Uma feira com as proporções da IFA 2009 - maior evento de eletrônica de entretenimento da Europa e segundo do mundo - pode ser um indicador não apenas do estado geral da economia mas, também, do sucesso da criatividade tecnológica utilizada como estratégia de combate à crise. Por isso, a abertura da feira este ano contou com a presença de autoridades de primeiro escalão da política alemã, como a primeira-ministra Angela Merkel e o prefeito de Berlim, Klaus Wowereit, que não esconderam seu entusiasmo pelo que viram no fim de semana nos quase 200 mil metros quadrados de área de exposição da IFA 2009.

Pense agora, leitor, em qualquer produto de áudio, vídeo, fotografia, internet, comunicação ou computação pessoal, jogo eletrônico ou eletrodoméstico moderno e a IFA 2009 terá algumas respostas surpreendentes, como lançamento ou tendência. Entre as curiosidades, está uma máquina de lavar hi-tech da LG, que reúne todos os recursos possíveis da automação e da computação. E ainda avisa a dona de casa com esta saudação: "sua roupa está lavada e enxuta; a vida é boa, aproveite-a".

Inovação é, portanto, a palavra-chave do sucesso desta IFA. E um dos grandes destaques e melhor exemplo de sucesso nessa área é o Instituto Fraunhofer, que reúne mais de 50 instituições de pesquisa aplicada, privadas e estatais alemãs. Seus mais recentes desenvolvimentos estão voltados tanto para o entretenimento, como para a educação e todas as formas possíveis de integração da comunicação na casa digital.

Um dos casos mais surpreendentes foi apresentado pelo Fraunhofer nessa feira: o protótipo do controle de todas as funções da TV apenas com gestos, bem como o comando verbal de todos os componentes do home theater. Até o desafio de criação de um padrão de sucesso de rádio digital (do padrão Digital Radio Mondiale ou DRM), cuja evolução recente entusiasma os especialistas europeus.

TRÊS DIMENSÕES

O maior sucesso desta IFA 2009 é, no entanto, a explosão da televisão com imagens tridimensionais (TV3D). A indústria eletrônica mundial de maior peso - incluindo fabricantes como Samsung, Sony, Panasonic, LG, Mitsubishi e Philips, entre outros - tem vários produtos prontos para a comercialização nessa área. O maior desafio passa a ser agora a área de produção de conteúdo, em especial os filmes de Hollywood, que ainda enfrentam a falta de padronização das tecnologias de TV3D.

O mais provável é que o sucesso da TV3D comece pelos desenhos animados e dos videogames. A garotada está dando shows de entusiasmo pelos desenhos e longos filmes de animação tridimensionais. A tendência é a utilização de óculos especiais para o telespectador, tanto assim que já são produzidos até óculos de grife, não descartáveis, que são bem aceitos pela maioria dos usuários. A visita ao estande da Sony, de quase mil metros quadrados, surpreende pela variedade de inovações, muito além das demonstrações de TV3D, com conteúdos que mostram os melhores efeitos da terceira dimensão.

CINEMA DO FUTURO

Nunca tantas mudanças ocorreram no mundo audiovisual como nos últimos 10 anos. Na TV, nos home theaters e no cinema, a evolução tecnológica é a mais acelerada possível. Depois da passagem do formato (ou relação de aspecto) 4 por 3 para o 16 por 9, com o advento da TV digital, surgem agora novas propostas, como a Philips, com a sugestão do formato 21 por 9.

O cinema 3D já é uma realidade emergente, em especial nos desenhos animados e filmes infantis, com o uso obrigatório de óculos. A guerra dos formatos deverá indicar os caminhos futuros de Hollywood e da indústria do cinema mundial, para que entre com força total na produção e adaptação de conteúdos de alta qualidade.

A alta definição exige televisores cada dia melhores. A resposta a esse desafio tem acelerado o desenvolvimento de novas tecnologias, muito além das tradicionais, de plasma e LCD. Duas delas são as TVs de LED (sigla de diodos emissores de luz) e as de LED orgânico ou Oled. Finalmente, estão em fase final de maturação os televisores com uso do laser puro - em que as três cores básicas (azul, verde e vermelho) são geradas por canhões de laser. Para a maioria dos especialistas, o mundo caminha para as tecnologias Oled e laser.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.