Feirão da Caixa terá 450 mil imóveis à venda em São Paulo

Expectativa é que 120 mil pessoas visitem o evento, que percorrerá 13 cidades de norte a sul do País, entre os meses de maio e junho

Fabiana Holtz, da Agência Estado,

28 de abril de 2010 | 12h24

O 6º Feirão Caixa da Casa Própria percorrerá 13 cidades de norte a sul do País, entre os meses de maio e junho. A instituição espera a visita de 120 mil pessoas apenas em São Paulo, onde serão oferecidas 450 mil unidades.

 

No ano passado, com a oferta de 42,5 mil imóveis novos e 67,4 mil usados, o banco assinou 21,5 mil contratos e financiou R$ 1,5 bilhão na capital paulista durante o Feirão.

 

No total, incluindo imóveis na planta, a instituição oferecerá 450 mil imóveis em todo o País, dos quais 200 mil dentro do programa "Minha Casa, Minha Vida", para famílias na faixa com renda superior a 3 salários mínimos. Essa fatia representa 44,4% do total de unidades novas, usadas e na planta oferecidas no evento.

 

Segundo a presidente da instituição, Maria Fernanda Ramos Coelho, a expectativa é de novos recordes este ano. Em abril até o dia 23, a Caixa teve recorde em contratação habitacional, emprestando R$ 19,6 bilhões para o equivalente a 323.268 famílias. O valor é 126% superior ao registrado no mesmo período de 2009. Somados aos negócios previstos no Feirão, a previsão é de superar a marca de R$ 55 bilhões em volume de financiamento imobiliário, podendo chegar a R$ 60 bilhões até o final do ano.

 

Até o momento, o programa "Minha Casa, Minha Vida" registra 836.415 propostas de empreendimentos habitacionais, sendo 486.821 delas ao público de renda de 0 a 3 salários mínimos, 349.594 na faixa de 3 a 10 salários mínimos. Até 26 de abril, foram assinados 417.814 contratos, no montante de R$ 23,5 bilhões em investimentos.

 

O evento começa em Belém de 7 a 9 de maio. São Paulo receberão Feirão no Centro de Exposições Imigrantes, entre 13 e 16 de maio. Nesse período, o evento passa também pelas cidades de Salvador, Fortaleza e Curitiba. Entre 20 e 23 de maio, será a vez de Rio, Recife, Brasília, Uberlândia, Campinas, Florianópolis e Porto Alegre. Belo Horizonte encerra o Feirão de 11 a 13 de junho.

 

Texto atualizado às 14h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.