Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Feirão Limpa Nome começa hoje em São Paulo

O consumidor terá mais uma oportunidade para renegociar suas dívidas e terminar o ano com o nome limpo. Começa hoje, em São Paulo, mais um Feirão Limpa Nome da Serasa Experian. O mutirão, que termina sábado, tem por objetivo permitir que os inadimplentes negociem suas pendências financeiras diretamente com as credoras, que oferecerão descontos.

ANNA CAROLINA PAPP, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2013 | 02h05

É o segundo feirão organizado pela Serasa neste ano. Em abril, no mutirão de Itaquera, foram realizados 25 mil atendimentos.

"A expectativa é alta, porque em novembro muitas empresas pagam a primeira parcela do 13.º salário", diz Maria Zanforlin, superintendente de serviços ao consumidor da Serasa.

As empresas podem oferecer descontos, parcelamento prolongado ou pagamento programado. O valor do benefício fica a cargo de cada credor, porém, segundo a Serasa, dívidas mais antigas e caras, como cheque especial ou cartão de crédito, tendem a arrematar os melhores negócios.

"O consumidor deve sair de casa sabendo exatamente quanto pode pagar", afirma Karla Longo, gerente de serviços ao consumidor da Serasa. "Ele não precisa aceitar a primeira oferta da empresa. Conhecendo a dívida, pode ter argumentos para negociar."

Participam do feirão Bradesco Cartões, Bradescard, Cartões American Express, Bradesco Financiamentos, Santander, Santander Financiamentos, Caixa Econômica Federal, Banco Pan, HSBC, Losango, Eletropaulo, Pernambucanas, Recovery e Cred System. O consumidor deve comparecer ao local com o CPF e um documento com foto. Online. Em outubro, a Serasa realizou o Feirão Limpa Nome Online. Pelo site da empresa, foram realizados 600 mil atendimentos - 470 só em São Paulo.

A Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito, também está oferecendo um mutirão pela internet. A campanha Acertando Suas Contas teve início em 14 de outubro e vai até 14 de dezembro. Até agora, foram 922 mil consultas de CPF e 60 mil negociações de dívidas. O consumidor que não tiver fácil acesso à internet pode se dirigir aos Centros de Apoio ao Trabalho (CATs) do Itaim Paulista, Perus, Santana e Interlagos para usar o serviço. O atendimento nos CATs será oferecido até o dia 25 de novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.