Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Felicidade pode ser encontrada nas suas próximas férias

Indicador relaciona países com maior índice de felicidade, considerando sensação de bem-estar, expectativa de vida dos cidadãos e eficiência ecológica

Danielle Villela, do Economia & Negócios,

26 de junho de 2013 | 12h21

SÃO PAULO - Quem pretende aproveitar as próximas férias para ir em busca de um lugar cheio de felicidade, pode começar a escolher o destino a partir da lista dos países com melhores índices de felicidade.

O índice Planeta Feliz foi criado pela Fundação Nova Economia, um centro de estudos sediado em Londres, em parceria com a organização ecologista Amigos da Terra.

O indicador, diferentemente do Produto Interno Bruto (PIB), que mede as riquezas produzidas pelas nações, busca avaliar a situação de uma forma mais ampla, levando em consideração aspectos inerentes à felicidade da população.

 

 Entre os fatores considerados estão a sensação de bem-estar e a expectativa de vida dos cidadãos, além da eficiência ecológica do país.

Na edição mais recente, a terceira, publicada em 2012, o Brasil aparece na 21ª posição entre 151 nações.

Os países com maior 'felicidade interna bruta' são a Costa Rica, Vietnã, Colômbia, Belize, El Salvador, Jamaica, Panamá, Nicarágua, Venezuela e Guatemala.

Países desenvolvidos, que integram o grupo das nações mais ricas do mundo, ficam bem atrás do Brasil: o Reino Unido está 41º lugar, seguido por Japão (45º), Alemanha (46º), França (50º), Itália (51º), Canadá (65º), Estados Unidos (105º) e Rússia (122º).

Os cinco países na lanterna do Happy Planet Index são Mali, República Centro-Africana, Qatar, Chade e Botswana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.