Fenabrave: prazo de financiamento chegou ao limite

O presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Sérgio Reze, acredita que a estratégia de aumentar os prazos de financiamento como forma de elevar as vendas de automóveis chegou ao limite e dificilmente poderá ser incrementada em 2008.Segundo o executivo, o prazo médio utilizado pelo mercado é de 48 meses. Por essa razão, ele considera difícil que os bancos ou financeiras lancem programas com prazos muito mais extensos do que os atuais, que chegam a 99 meses. "Acho que essa ferramenta já chegou ao limite", disse.Na avaliação do presidente da Fenabrave, o crescimento das vendas previsto para 2008 será baseado principalmente no crescimento da economia, do número de empregos e renda. "Por isso acredito que 2008 terá uma expansão menor que 2007", afirma. O setor fechou o ano passado com crescimento de 29,57% nas vendas totais, o que inclui automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos e implementos rodoviários. Para 2008, a previsão é de alta de 21,33% nas vendas de veículos novos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.