Fenaseg: informações para consumidor

Além de incentivar o aumento das vendas, a Fenaseg pretende esclarecer as dúvidas de quem comprou ou pretende adquirir um seguro, principalmente em relação à linguagem usada pelos profissionais desse segmento. O presidente da Fenaseg, João Elisio Ferraz de Campos, afirma que as seguradoras e corretores já fizeram muito nos últimos anos para traduzir os termos técnicos e cada vez mais se aproximar do público, mas o que, de fato, falta no mercado é um volume maior de informações para o segurado. Ele admite que em alguns casos, o cliente é tratado quase como um suspeito de praticar uma fraude na hora de pedir a indenização. Mercado em franca ascensãoA estabilidade econômica ajudou a impulsionar as vendas do mercado de seguros, previdência e capitalização. De janeiro a junho deste ano, o crescimento foi de 19,79%, com um faturamento de R$ 15,770 bilhões ante R$ 13,164 bilhões no primeiro semestre de 1999.O maior avanço foi registrado no ramo de previdência, de 55,53%. "Esse ano deveremos fechar com um crescimento de todo o mercado de cerca de 20%, ante um avanço pequeno de 1% em 1999", diz João Elisio.Mas o presidente da Fenaseg espera um crescimento expressivo para os próximos anos."Poderemos chegar a 5% do PIB até 2005", diz. A quebra dos monopólios do Instituto de Resseguros do Brasil e do seguro de acidentes de trabalho, estão previstos nesse cenário de crescimento. João Elisio espera também uma maior concentração das seguradoras em alguns grandes grupos com atuação nacional e também a especialização.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.