Feriado e juros reduzem crescimento de vendas em São Paulo

As vendas a prazo em São Paulo registraram alta de 2,3% na primeira quinzena de outubro em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto as vendas à vista se mantiveram praticamente estáveis, com alta de 0,1%. Os dados são do levantamento realizado quinzenalmente pela Associação Comercial de São Paulo, com base nas consultas aos serviços de verificação de cheque e de crédito da entidade. Na comparação com os primeiros quinze dias de setembro, as vendas a prazo do comércio da capital paulista cresceram 7,4% e, à vista, 17,1%.Segundo avaliação da entidade, o feriado de Nossa Senhora Aparecida, o aumento dos juros e a base de comparação mais forte que outubro do ano passado explicam as variações tímidas, se comparadas aos meses anteriores. Em setembro, o movimento do comércio da capital paulista tinha crescido 5,8% no que diz respeito às vendas financiadas frente ao mesmo mês de 2003. Em agosto, a alta tinha sido de 12,1%.Para o presidente da ACSP, Guilherme Afif Domingos, a desaceleração das vendas já era esperada e as expectativas agora são de que, diante disso, o Banco Central não decida por nova alta da taxa básica de juros na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.