Ferronorte: concessionária tem prazo para fazer estudo

O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, disse hoje que orientou a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a estabelecer um prazo de 180 dias para que a concessionária da Ferronorte apresente os estudos de viabilidade para a construção do trecho de 260 km que ligará Rondonópolis (MT) a Alto Araguaia (MT).A demora das concessionárias da Ferronorte e da Transnordestina em realizar as obras tem causado irritação no governo e cobranças por parte da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Nascimento explicou que o contrato da concessionária da Ferronorte prevê a realização da obra, porém não fixa prazo. "Não pode ter um contrato que é bom só para uma parte", disse o ministro. Ele comentou que, no limite, o governo pode até cassar a concessão desta ferrovia.

LU AIKO OTTA E LEONARDO GOY, Agencia Estado

03 de outubro de 2007 | 17h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.