Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Ferrovia cria nova rota de transporte

Estrada de ferro vai dar facilitar transporte de cargas tanto para o mercado interno como externo

Renée Pereira, O Estadao de S.Paulo

29 de setembro de 2007 | 00h00

Durante muitos anos, a Ferrovia Norte Sul foi vista como um projeto que ligaria o nada ao lugar nenhum. Mas o avanço do agronegócio no Centro-Oeste e o sucesso das exportações inverteram a situação e tornaram o empreendimento a salvação da lavoura. O projeto ganhou tanta importância para a infra-estrutura brasileira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu alterar o traçado original e estender a ferrovia até Belém, no Pará.No desenho inicial, a Norte Sul sairia de Açailândia e iria até Anápolis, em Goiás. Agora subirá até Belém e somará 1.980 km de extensão. A mudança vai criar novas opções para o escoamento da produção com destino ao exterior ou ao mercado interno. Um exemplo é a possibilidade de escoar a produção da Zona Franca de Manaus via hidrovia até Belém e depois pela Norte Sul.Hoje cerca de 1,5 milhão de toneladas de carga é transportada pela Norte Sul, que dá acesso ao Porto de Itaqui, em São Luís, pela Estrada de Ferro Carajás, da Companhia Vale do Rio Doce. Com a conclusão das obras até Anápolis, boa parte da produção do Centro-Oeste poderá ser transportada pelo porto maranhense. Espera-se, porém, que não demore mais 20 anos para ficar pronta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.