FGC aguarda balanço para avaliar real situação do Panamericano

Segundo reportagem do 'Estado', rombo do banco pode ser maior do que os R$ 2,5 bilhões estimados em novembro

Agência Estado,

27 de janeiro de 2011 | 19h10

O Fundo Garantidor de Créditos (FGC) aguarda a divulgação dos números do terceiro trimestre do Banco Panamericano para avaliar a real situação do banco, informou o Fundo em nota à imprensa. Segundo reportagem publicada na edição desta quinta do jornal O Estado de S.Paulo, o rombo do Panamericano pode ser maior do que os R$ 2,5 bilhões estimados em novembro. Naquele mês, o FGC emprestou esse montante de recursos para evitar a falência da instituição. O empresário Silvio Santos colocou todos os seus bens em garantia.

Nesta quinta, os papéis atravessaram o dia em forte queda na Bovespa e fecharam com desvalorização de 9,28%. Segundo fontes ouvidas pelo jornal, cinco bancos estão negociando a compra do Panamericano, entre eles um estrangeiro que ainda não atua no Brasil e enviou um representante para avaliar os ativos. Entre os outros citados estão Bradesco, Safra, Santander e BTG.

O Banco Panamericano prometeu divulgar seu balanço até dia 31. Uma equipe de mais de 100 executivos está trabalhando para finalizar os números, que estão sendo muito aguardados pelo mercado. Além do resultado do terceiro trimestre, a instituição deve divulgar os números de outubro e novembro.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.