Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

FGC anuncia indicados a conselho e diretoria executiva

O Fundo Garantidor de Créditos (FGC) anunciou a indicação do novo conselho de administração da instituição, cujos nomes serão submetidos à aprovação na assembleia geral ordinária (AGO) a ser realizada em 30 de abril de 2014. Além disso, o fundo contratou dois novos profissionais para integrar sua diretoria executiva: Caetano de Vasconcellos Neto e Carlos Alfredo Vianna.

EULINA OLIVEIRA, Agencia Estado

15 de abril de 2014 | 11h30

Segundo a nota divulgada nesta terça-feira, 15, o presidente indicado para o conselho de administração é José Luiz Majolo, que já integrava o conselho anterior. Ele substituirá Antonio Carlos Bueno, que, após quase 19 anos de serviços prestados ao FGC, solicitou que seu nome não fosse considerado para novo mandato como membro do conselho de administração.

Além de Majolo, serão reconduzidos quatro conselheiros: Jairo Sampaio Saddi, que deverá assumir como vice-presidente, Marcos de Barros Lisboa, Hélio Ribeiro Duarte e Adalberto de Moraes Schettert, que passa de suplente a efetivo. O novo integrante será Renê Sanda, ex-executivo do Banco do Brasil e da Previ.

O conselho passará a ter seis membros efetivos, contra cinco no atual mandato, e os conselheiros reeleitos terão novos mandatos de até três anos - o que será feito de forma escalonada, para permitir renovações anuais de dois em dois integrantes.

O FGC informa, ainda, que todos os membros titulares e o suplente do atual conselho fiscal serão indicados à reeleição para novo mandato 2014/2017.

Diretoria executiva

Ainda conforme o comunicado do FGC, os novos nomes para a diretoria executiva, Caetano de Vasconcellos Neto e Carlos Alfredo Vianna, se somam aos diretores Aparecida do Céu Ferreira Arriaga Santana e Fábio Mentone, e serão indicados à eleição para o mandato 2014/2016 na AGO.

"A chegada de Vasconcellos e Vianna é mais um passo no processo de aperfeiçoamento institucional e operacional do FGC", diz o fundo. "A ampliação do escopo de atuação da instituição nos últimos anos tornou imperativo o fortalecimento do corpo técnico."

Além disso, ficará a cargo do novo conselho de administração escolher, a partir de 1º de maio, o quinto e último membro que completará o desenho da diretoria executiva do fundo, conforme determina o regimento interno da instituição.

Tudo o que sabemos sobre:
FGCconselhodiretoria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.