FGTS: Caixa vai facilitar saques até R$ 100

A Caixa Econômica Federal vai facilitar, a partir do dia 10 de agosto, o pagamento do crédito complementar do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para que têm direito a receber até R$ 100,00. Os trabalhadores não precisarão mais apresentar documento que comprove o seu direito ao saque. A decisão foi publicada hoje Medida Provisória (MP) no Diário Oficial da União e a Caixa Econômica Federal já começa a fazer os ajustes nos sistemas operacionais para o pagamento de 34 milhões de trabalhadores.A Caixa informa, através de sua Assessoria de Imprensa, que divulgará o cronograma de pagamento até o dia 10 de agosto. Antes da mudança da lei, a Caixa exigia do trabalhador, o termo de rescisão de contrato, documento de difícil localização após 13 anos. Agora, todos os trabalhadores que têm até R$ 100,00 poderão sacar apresentando apenas a carteira de identidade e o número do PIS. A MP estende o direito ao saque de até R$ 100,00, inclusive, para aqueles que ainda não preencheram o termo de adesão. Neste caso, segundo a Caixa, a adesão será feita junto com o pagamento.Caixa suspende atendimento aos sábadosPara aplicar as mudanças, a Caixa terá que fazer uma adaptação no atual sistema operacional. Por esse motivo, a Caixa informa que vai suspender, temporariamente, o atendimento aos sábados. Isso porque, os ajustes nas bases de dados não pode ser efetuado com o sistema em funcionamento. Do total de 113 milhões de contas com direito aos complementos, 85 milhões têm saldo de até R$ 100,00. O processo de pagamento, para quem tem até R$ 1 mil continua normal, inclusive para os trabalhadores com direito ao saque não identificado que têm documento (termo de rescisão, certidão de aposentadoria do INSS) comprovando o seu direito. Quem tem documento, pode apresentá-lo a qualquer tempo nas agências e efetuar o saque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.