Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

FGTS: Governo deve apresentar nova proposta

O ministro do Trabalho, Francisco Dornelles, deve apresentar, na primeira semana de fevereiro, uma nova proposta à Central Única dos Trabalhadores (CUT) para o pagamento das correções nas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) referentes aos expurgos dos planos Verão e Collor I. Ontem, os presidentes da Central Sindical e da CUT rejeitaram a proposta apresentada pelos técnicos do governo. De acordo com a proposta, a alíquota de recolhimento para as empresas aumentaria de 8% para 8,5%, consequentemente haveria uma redução de 8% para 7,5% do crédito na conta do trabalhador.O presidente da CUT, João Felício, afirmou que espera encaminhar até a próxima semana para o ministro o detalhamento da proposta da entidade com as fontes de recursos necessárias para fazer frente ao pagamento da maioria das contas. Ele fez as declarações ao sair do encontro com o ministro do Trabalho, que durou mais de três horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.