FGTS: Senado propõe extrato gratuito

Os presidentes do Senado, Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), e da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), enviaram uma carta ao presidente Fernando Henrique Cardoso em que propõem que o Banco Central determine à Caixa Econômica Federal e ao sistema bancário em geral a isenção da cobrança pela emissão de extratos relativos às contas do FGTS e que seja reduzido, de 20 para 10 dias, o prazo para que a Advocacia Geral da União (AGU) proceda ao exame do acórdão do STF que mandou repor as perdas sofridas pelos assalariados em suas contas vinculadas do FGTS com o congelamento dos Planos Verão (1989) e Collor 1 (abril de 1990).A carta atende a solicitação das centrais sindicais e de parlamentares. Outro pedido do documento é que o governo federal possa, através de seus órgãos competentes, iniciar negociações diretas com os representantes dos trabalhadores, no sentido de encontrar a forma de liberação dos recursos depositados nas contas do FGTS.

Agencia Estado,

19 de outubro de 2000 | 17h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.