FGV: 73% das empresas afirmam atender à demanda

A maioria das empresas não teme esgotamento da capacidade devido ao atual cenário de forte demanda interna. É o que mostra a pesquisa Quesitos Especiais da Sondagem Conjuntural da Indústria de Transformação, referente ao período de abril e maio deste ano, divulgada hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). De acordo com o levantamento, que ouviu 845 empresas entre os dias 3 de abril e 30 de maio, 73% do total das pesquisadas não acreditam em esgotamento da capacidade.Segundo o levantamento, 27% das empresas pesquisadas citaram a possibilidade de não atender a todas as encomendas. Ao detalhar as respostas das companhias que temem esgotamento da capacidade produtiva, a FGV esclareceu que, das empresas que vislumbram alguma possibilidade de não conseguir atender a todos os pedidos, 87% afirmam que o esgotamento se daria nos próximos 12 meses. "Entre as que não se preocupam com esta possibilidade, 56% afirmam que isso não ocorrerá porque elas estão investindo (ou investirão) na ampliação da capacidade produtiva", informou a fundação, em comunicado.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

18 de junho de 2008 | 08h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.