FGV aponta inflação de 0,35% na cidade de São Paulo em julho

O reajuste contratual das tarifas de energia elétrica e telefonia fixa foi o item que mais contribuiu para composição da taxa média de inflação, de 0,35%, apurada em julho pelo Índice de Preços ao Consumidor para a Cidade de São Paulo (IPC-SP), da Fundação Getúlio Vargas (FGV).Do aumento total da tarifa da Eletropaulo, de 10,9%, o IPC-SP captou 5,68% em julho. Da telefonia fixa, que foi reajustada pelo IPCA de 16,57% acumulado nos últimos 12 meses, o indicador da FGV pegou em julho alta de 10,95%. Sozinhas, estas duas tarifas deram ao IPC-SP uma contribuição de 0,42 ponto porcentual. Sem elas, afirmam os economistas da FGV, o IPC-S teria apresentado uma deflação de 0,07%, gerada, principalmente, pelos grupos Alimentação (-0,41%) e Transportes (-1,19%).O grupo Vestuário, o único que apresentou movimento de alta no mês anterior, saiu de uma alta de 1,21% para uma taxa negativa de 0,45%. Os demais grupos mostraram uma leve tendência de aceleração ou redução no ritmo de queda dos preços. O grupo Habitação, por causa das pressões da telefonia e energia elétrica, fechou julho com alta de 1,74%, alta superior a de 0,58% verificada no mês anterior.Segundo os técnicos da FGV, mesmo que todos os demais grupos que compõem o IPC-SP tivessem apresentado variação zero, só por conta das tarifas de energia e telefonia o IPC-SP teria fechado em alta de 0,42%. Como os grupos Alimentação e Transportes apresentaram deflação, houve uma compensação, o que fez com que a inflação das famílias paulistanas com renda entre 1 e 33 salários mínimos fechasse em 0,35%.Os demais grupos apresentaram as seguintes variações: Educação, Leitura e Recreação (0,87%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,44%) e Despesas Diversas (0,32%). Entre os produtos, os que mais se destacaram na pesquisa da FGV foram pão francês (2,34%), hortaliças e legumes (-6,73%), frutas (-2,49%), álcool combustível (-12,53%), gasolina (-1,74%), Planos de Saúde (0,67%), cervejas (5,08%) e cartões telefônicos (13,28%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.