Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

FGV aponta tendência de alta para inflação em julho

A tendência do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) é de alta durante o mês de julho, na avaliação do economista da Fundação Getúlio Vargas (FGV), André Braz. Ele comenta que, durante todo o mês de julho, a inflação do varejo sofrerá com o impacto do reajuste de telefonia fixa, realizado historicamente em meados do ano. Além disso, há um movimento de alta nos preços dos alimentos, que estão sendo influenciados pelo começo do período de entressafra de alguns itens de peso na formação do indicador.Braz observou ainda que perdeu força o impacto do repasse, para o varejo, da antiga queda de preços dos produtos agrícolas no atacado. Mas o técnico fez questão de ressaltar que essa tendência de elevação no IPC-S é provocada por fatores temporários. Para comprovar de que a inflação no varejo está sob controle, ele informou que o núcleo da inflação medida pelo IPC-S ficou em 0,37% no período encerrado em 15 de julho, ante taxa positiva de 0,36% apurada no IPC-S anterior, de até 7 de julho. O núcleo é calculado excluindo as principais altas, e as mais significativas quedas de preços observadas na inflação do varejo.Braz lembrou que, embora tenha sido registrada uma leve elevação no núcleo do IPC-S, de uma semana para outra, esse patamar ainda está menor do que o registrado pelo núcleo do Índice de Preços ao Consumidor - Disponibilidade Interna (IPC-DI) de junho, que ficou em 0,42%.

Agencia Estado,

18 de julho de 2005 | 14h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.