Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

FGV: aposta na demanda puxa confiança da indústria

A percepção de uma demanda forte no mercado interno foi um dos fatores que puxaram para cima a confiança da indústria em junho. É o que revelou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV), ao detalhar a alta de 1,6% no Índice de Confiança da Indústria (ICI) do mês. Segundo a fundação, a parcela de empresas pesquisadas que consideram o nível atual de demanda como forte subiu de 27% para 31%, de maio para junho. No mesmo período, caiu de 8% para 6% o porcentual de companhias pesquisadas que classificam a demanda atual como fraca.Ao detalhar as respostas das empresas em junho, a fundação esclareceu que, nos tópicos relacionados ao futuro, "há um otimismo maior em junho deste ano tanto para a produção quanto para a contratação de pessoal". Segundo a fundação, das 1.031 empresas consultadas, 49% estimam elevar a produção industrial nos próximos três meses, e 9% projetam redução na produção. Em junho de 2007, os porcentuais detectados para essas perguntas eram de 42% e de 8%, respectivamente. No quesito contratação, a fundação esclareceu que para o contingente de mão-de-obra, 33% dos pesquisados prevêem ampliação no número de postos de trabalho, nos próximos meses, e 9% dos entrevistados apostam em diminuição. Em junho do ano passado os porcentuais para essas perguntas eram de 26% e de 8%, respectivamente.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

30 de junho de 2008 | 08h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.