FGV: brasileiro está menos otimista com economia local

A avaliação sobre a situação econômica local derrubou o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) de abril, que caiu 1,6% em relação a março. Segundo informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV), em um universo de mais de 2 mil domicílios entrevistados entre os dias 1º e 20 de abril, a fatia dos entrevistados que avaliam a situação atual em sua cidade como boa diminuiu de 34,7% para 29,2% no período. Na mesma base de comparação, aumentou de 17,3% para 21,2% o porcentual de pesquisados que julgam ruim o cenário econômico atual em sua cidade.

DANIELA AMORIM, Agencia Estado

27 de abril de 2011 | 08h56

A FGV informou ainda que, em relação ao futuro, os consumidores também estão menos otimistas quanto as suas finanças domésticas. De março para abril, a parcela de consumidores que preveem melhora da situação financeira familiar diminuiu de 37,2% para 35,6%. Já a fatia dos entrevistados que esperam piora nas finanças domésticas subiu de 5,2% para 5,3%.

Tudo o que sabemos sobre:
confiançaconsumidorICCFGV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.