bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

FGV: consumidores acreditam em melhora da economia

A melhora nas expectativas dos consumidores para a situação da economia local foi o fator que mais contribuiu positivamente para o resultado do Índice de Confiança do Consumidor (ICC) de outubro, que subiu 3,5% ante setembro. A informação foi divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).De acordo com a FGV, de setembro para outubro, o porcentual de consumidores pesquisados que prevêem melhora na situação econômica local, nos próximos seis meses, aumentou de 27,1% para 29,6%. Já a parcela dos que prevêem piora, reduziu-se de 9,5% para 5,7%, no mesmo período.Ainda segundo a fundação, no campo das perguntas sobre a situação presente, melhoraram as avaliações sobre a situação econômica local, no mês corrente. Na passagem de setembro para outubro, a parcela de consumidores que avaliaram o cenário atual como bom reduziu-se de 11,4% para 10,8%. Porém, a parcela dos pesquisados que a julgaram ruim diminuiu em maior magnitude, de 42,1% para 39,1%, no mesmo período.O levantamento abrange amostra de mais de 2.000 domicílios, em sete capitais, com entrevistas entre 1 a 22 de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.