FGV estuda índice de inflação de idosos

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) está preparando um índice de preços dos idosos, que poderia ser usado para reajustar aposentadorias. O novo diretor do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Luiz Guilherme Schymura, disse que este índice poderia ser uma solução para desvincular o reajuste do salário mínimo dos benefícios do Instituto Nacional de Seguros Social (INSS).Segundo Schymura, a Fundação está estudando qual seria a cesta de consumo dos idosos, que serviria de base para as ponderações do novo índice.Ele anunciou também que a FGV pretende fazer uma versão mais simples e mensal da Sondagem Industrial, que continuaria também a ser produzida na atual edição trimestral. "A Sondagem Industrial é um indicador antecedente do PIB", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.