FGV fará auditoria para rever divulgação de índices

O diretor do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre-FGV), Antonio Carlos Pôrto Gonçalves, disse que será realizada uma auditoria para rever a forma de divulgação dos índices gerais de preços, calculados pela FGV sob encomenda da Andima. O economista afirmou que o processo deve levar cerca de um mês e é possível que, depois disso, a divulgação seja centralizada ou na FGV ou na Andima. "Não houve vazamento dos índices, mas vamos mudar o processo para aumentar a segurança", afirmou. Segundo Pôrto Gonçalves, atualmente a sofisticação dos programas de informática usados pelos economistas é tão grande que "não é descabido que alguém tenha calculado" os três componentes do IGP-M. O diretor afirmou ainda que está indignado com as notícias sobre vazamento e que não é bom nem para a fundação e nem para a Andima que haja suspeita sobre a forma de divulgação. "Não houve vazamento, mas vamos trabalhar para afastar essa suspeita", afirmou.

Agencia Estado,

11 Março 2004 | 17h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.