Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

FGV: IGP-M de junho pode ficar abaixo de 2%

A primeira prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de junho, que ficou em 1,97%, não indica necessariamente um resultado total fechado acima de 2% para o índice desse mês. A avaliação é do coordenador de Análises Econômicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Salomão Quadros. "Volto a destacar que o período de coleta de preços para a primeira prévia do IGP-M é muito importante para entender essa taxa elevada. O impacto que essas elevações de preços, que pressionaram muito a primeira prévia, vão exercer no resultado final do índice vai se diluir", explicou.O economista comentou que, até o fechamento do índice do mês, devem ocorrer desacelerações de preços em itens importantes, como óleo diesel, minério de ferro e arroz em casca - justamente os três itens que mais pressionaram a inflação do atacado na primeira prévia de junho. Além disso, importantes matérias-primas (commodities) agrícolas, com longa cadeia de derivados no varejo, apresentam preços comportados no atacado - o que pode também conduzir a elevações de preços menos intensas, para o consumidor. "A taxa (de 1,97%) é muito forte, é impressionante, mas é preciso saber qual período de coleta de preços esse resultado abrange", considerou.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

11 de junho de 2008 | 12h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.