Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

FGV: IGP-M de novembro fica em 0,69%

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) ficou em 0,69% em novembro, em comparação com a elevação de 1,05% apurada pelo mesmo indicador em outubro. A FGV anunciou ainda os resultados dos três indicadores que compõem o IGP-M de novembro. O Índice de Preços por Atacado (IPA) subiu 0,97% esse mês, ante elevação de 1,42% em outubro. Por sua vez, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) apresentou aumento de 0,04% em novembro, ante alta de 0,28% em outubro. Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou avanço de 0,48% em novembro, ante elevação de 0,49% em outubro.O período de coleta de preços para cálculo do IGP-M de outubro foi do dia 21 de outubro a 20 de novembro. AtacadoOs preços dos produtos agrícolas subiram 2,63% em novembro, em comparação com a elevação de 4,57% em outubro, no âmbito do IGP-M. De acordo com a FGV, ainda no atacado, os preços dos produtos industriais registraram elevação de 0,36% em novembro, ante aumento de 0,32% em outubro.Dentro do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), que permite visualizar a transmissão de preços ao longo da cadeia produtiva, os preços dos bens finais subiram 1,13% em novembro, ante alta de 0,80% em outubro. Por sua vez, os preços dos bens intermediários registraram aumento de 0,39% em novembro, ante elevação de 0,45% em outubro. Já os preços das matérias-primas brutas apresentaram avanço de 1,79% em novembro, ante alta de 3,89% em outubro.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

29 de novembro de 2007 | 08h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.