FGV: inflação pelo IPC-S acelera em 6 de 7 capitais

A inflação do varejo acelerou em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) para cálculo do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) de até 15 de janeiro. Segundo informou hoje a instituição, da primeira para a segunda quadrissemana de janeiro o destaque ficou novamente com São Paulo, cuja inflação saltou de 0,67% para 0,92% no período. A aceleração de 0,25 ponto porcentual foi a mais forte entre as cidades monitoradas.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

18 de janeiro de 2011 | 08h53

No Rio de Janeiro, a inflação pelo IPC-S voltou a acelerar, de 1,27% para 1,36%. As outras cidades que mostraram taxa de inflação mais forte no mesmo período foram Recife (de 0,86% para 0,87%), Brasília (de 0,75% para 0,82%), Salvador (de 1,06% para 1,18%) e Porto Alegre (de 0,99% para 1,10%). A única cidade a apresentar desaceleração de preços foi Belo Horizonte (de 0,93% para 0,91%).

A cidade de São Paulo é a de maior peso no cálculo do IPC-S, entre as sete pesquisadas, representando quase 50% do total do indicador. Ontem, a FGV informou que o IPC-S geral registrou inflação de 1,06% até a quadrissemana encerrada em 15 de janeiro (segunda prévia do mês).

Tudo o que sabemos sobre:
preçosinflaçãoIPC-ScapitaisFGV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.