FGV: inflação pelo IPC-S desacelera em 4 de 7 capitais

A inflação no varejo da cidade de São Paulo perdeu força, no âmbito do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S). Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), os preços na cidade subiram 0,50% no período de até 15 de dezembro, em comparação com a alta de 0,53% apurada no IPC-S anterior, de até 7 de dezembro.Das sete capitais usadas para cálculo do índice, quatro apresentaram elevação de preços menos intensa na passagem do IPC-S de até 7 de dezembro para o índice de até 15 de dezembro. Além de São Paulo, houve desacelerações de preços em Salvador (de 0,40% para 0,35%); Porto Alegre (de 0,97% para 0,74%); e Belo Horizonte (de 0,73% para 0,58%). As outras capitais apresentaram taxa de inflação mais intensa, no mesmo período. É o caso de Recife (de 0,64% para 1,03%); Rio de Janeiro (de 1,17% para 1,25%); e Brasília (de 0,79% para 0,83%).Embora todas as cidades contribuam para a formação da taxa do IPC-S, a inflação na cidade de São Paulo é a de maior peso no cálculo do índice - cujo resultado completo manteve taxa de elevação (de 0,73%), entre a primeira e a segunda quadrissemana de dezembro, conforme anunciado ontem pela FGV.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.