FGV: inflação pelo IPC-S desacelera em 4 de 7 capitais

O cenário de preços no varejo em São Paulo mostrou inflação mais fraca na segunda semana de dezembro, segundo informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) passou de 0,48% para 0,21% na capital paulista, entre a primeira e a segunda quadrissemana de dezembro. De acordo com a fundação, das sete capitais pesquisadas para cálculo do índice, quatro apresentaram taxas de inflação menos intensas no período.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

17 de dezembro de 2009 | 09h14

Além de São Paulo, as cidades que apresentaram quedas em suas taxas de variação de preços foram Porto Alegre (de 0,32% para 0,17%), Rio de Janeiro (de 0,62% para 0,51%) e Recife (de 0,74% para 0,40%). Duas capitais apresentaram aceleração de preços ou deflação mais fraca. É o caso de Brasília (de 0,17% para 0,27%) e Salvador (de -0,09% para -0,01%). Já Belo Horizonte permaneceu com a mesma taxa de variação de preços (0,53%).

A cidade de São Paulo é a de maior peso no cálculo do IPC-S. O resultado geral do indicador, anunciado ontem, também mostrou aumento menos intenso de preços (de 0,47% para 0,30%), entre a primeira e a segunda quadrissemana de dezembro.

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãoIPC-SFGV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.