FGV: IPC-S até ontem tem a maior alta desde 2005

O Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) medido até ontem subiu 0,89%, em comparação com a elevação de 0,70% apurada no índice anterior, apurado até a segunda-feira da semana passada (dia 31 de dezembro). A informação é da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Com o resultado, o índice atingiu a maior taxa de variação desde a terceira semana de maio de 2005, quando subiu 0,99%. Essa foi a primeira divulgação de resultado de um índice inflacionário referente a 2008, calculado pela FGV. Segundo a entidade, a principal influência para aceleração do índice foi a movimentação de preços do grupo Alimentação, que subiram mais (de 1,69% para 2,13%). Das sete classes de despesa usadas para cálculo do índice, quatro apresentaram elevação de preços mais intensa, na passagem do IPC-S anterior para o índice medido até ontem. Além de Alimentação, é o caso de Habitação (de 0,02% para 0,11%); Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,28% para 0,37%) e Educação, Leitura e Recreação (de 0,27% para 0,72%). Os outros grupos apresentaram desaceleração de preços, no mesmo período. É o caso de Vestuário (de 0,67% para 0,66%); Transportes (de 0,97% para 0,88%); e Despesas Diversas (de 0,59% para 0,42%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.