FGV: leite longa vida em SP sobe menos em agosto

O preço do leite longa vida apresentou alta menos significativa em agosto na cidade de São Paulo, conforme levantamento divulgado hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), por meio do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) da capital paulista. No mês passado, o produto, que vem liderando todos os rankings de alta de preços dos indicadores de inflação ao consumidor do País, subiu 5,07%. A variação foi menor que a de 7,45% da terceira quadrissemana do mesmo mês (últimos 30 dias encerrados em 22/8) e mais baixa ainda que a de 15,56%, apurada no final de julho pela FGV.Mesmo assim, o item foi o que mais pressionou o IPC-S paulistano em agosto. Na seqüência de maiores contribuições para a alta do indicador da FGV, figurara o tomate, com elevação de 27,45%. Na outra ponta, entre os itens que ajudaram a aliviar a inflação na capital paulista, a FGV listou o mamão papaia, com queda de 38,95%; a manga, com recuo de 30,11%; e o álcool combustível, com variação negativa de 8,40%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.