FGV: queda de 7% do ICC foi a maior da série histórica

A queda de 7% do Índice de Confiança do Consumidor (ICC) em abril ante março, anunciada hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é a mais intensa de toda a série histórica mensal do indicador, iniciada regularmente em setembro de 2005. A informação consta de série do índice fornecida pela fundação.O índice é composto por cinco quesitos da Sondagem das Expectativas do Consumidor, apurada desde outubro de 2002 com periodicidade trimestral, até julho de 2004, quando passou a ser mensal. A partir de setembro de 2005, a FGV usou as informações da sondagem para começar a anunciar o ICC mensalmente.O levantamento abrange amostra de mais de 2.000 domicílios, em sete capitais, com entrevistas entre os dias 1º e 21 de abril deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.