FGV trabalha com previsão de estabilidade de inflação para maio

As perspectivas para a inflação continuam sendo boas. Para maio, a economista Alexandra Godoi, do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), espera que o Índice de Preços ao Consumidor para a Cidade de São Paulo (IPC-SP) feche em linha com a taxa de 0,21% apurada em abril."Não estamos vendo nenhuma pressão generalizada dos preços no decorrer do mês de maio", diz Alexandra, para quem os preços, de modo geral, deverão oscilar entre movimentos de pequenas altas e quedas, como se verificou em abril. "Teremos algumas altas ou quedas pontuais, com as das frutas, por exemplo", diz a economista.Alta de 1,23% no anoCom a variação de 0,21% no fechamento de abril, o IPC-SP da Fundação Getúlio Vargas passou a acumular no ano uma taxa de 1,23%. No período acumulado de 12 meses, encerrado em abril, o IPC-SP está em 3,59%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.