FHC atribui alta dos alimentos ao aumento da demanda

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) atribuiu o aumento da inflação mundial dos alimentos principalmente ao aumento da demanda. "E, na verdade, há um pouco de especulação também", disse. O ex-presidente considera "um exagero" afirmar que o aumento da inflação seja por conta dos biocombustíveis. "Há um certo efeito. Não da cana-de-açúcar, que não compete com a alimentação, pelo menos até agora. Mas há a questão dos Estados Unidos, do milho", afirmou.Segundo o ex-presidente, o aumento da demanda por alimentos é positivo, mas "até que se ajuste a oferta, leva tempo". Por isso, considera que "algumas ações têm de ser tomadas para evitar que os preços disparem e que a fome maltrate ainda mais as populações pobres".Fernando Henrique deu as declarações ao chegar para a reunião da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, fundada por ele e pelos ex-presidentes da Colômbia, Cesar Gaviria, e do México, Ernesto Zedillo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.