FHC critica declaração do Tesouro dos EUA

O presidente Fernando Henrique Cardoso qualificou de "descabida" a afirmação feita pelo secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Paulo O´Neill, de que os juros no Brasil são altos por causa da corrupção e do desrespeito às leis. O comentário de Fernando Henrique foi divulgado pelo porta-voz do Palácio do Planalto, Alexandre Parola. O´Neill fez a declaração no Fórum Econômico Mundial, em Nova York. Segundo o porta-voz do Planalto, o presidente brasileiro destacou que o ministro das Relações Exteriores, Celso Lafer, "já expôs a posição do governo ao declarar o quão descabida foi a afirmativa do funcionário norte-americano".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.