seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

FHC critica protecionismo norte-americano

O presidente Fernando Henrique Cardoso disse, na sessão de abertura da 43ª Reunião Anual do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Fortaleza, que "são muito preocupantes" os sinais que o governo norte-americano vem dando com relação às medidas protecionistas no comércio. Segundo o presidente, a sobretaxa no aço importado e a política protecionista na área agrícola vão "na contramão nos esforços de criação de uma verdadeira Alca". O presidente cobrou ainda de organismos internacionais, como o FMI, a adoção de medidas que facilitem o financiamento de países em desenvolvimento. Segundo ele, esses organismos restringem a liberação de empréstimos por "medidas contábeis", ao contrário da postura que adotam em relação aos países europeus. FHC lembrou que o governo brasileiro já pediu explicações, mas não obteve resposta. "Não nos enganem. Portanto dêem-nos as razões", afirmou. Fernando Henrique cobrou ainda ajuda dos organismos internacionais à Argentina. O presidente disse que entende o receio inicial desses organismos em ajudar o país vizinho, mas que agora isso não se justifica mais. Fernando Henrique reuniu-se nesta manhã, em Fortaleza, com o ministro da Argentina, Jorge Lenicov.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.