Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

FHC defende comércio entre Brasil e Portugal

O presidente Fernando Henrique Cardoso, ressaltou hoje, em Lisoba, em seu terceiro discurso desta terça-feira a importância do comércio entre Brasil e Portugal. Segundo ele, a parceria entre os dois países é necessária para uma parceria maior, que se dará entre União Européia (UE) e Mercosul. Para FHC, o Brasil deve ser a porta de entrada de Portugal no Mercosul, e Portugal deve ser a porta de entrada do Brasil na União Européia. "O Brasil vai continuar lutando para o Mercosul ser uma realidade, não vamos desistir. A liberalização do comércio entre esses dois blocos teria um efeito extraordinário para os dois países."O presidente reconheceu que, numa relação entre Brasil e UE, há dificuldades para a exportação brasileira de produtos agrícolas por conta da política protecionista européia. "Mas estamos confiantes de que vamos insistir numa relação privilegiada entre União Européia e Mercosul, a despeito de dificuldades no setor agrícola. Hoje, o Brasil é um país de economia fortalecida. Não negamos dificuldades momentâneas, mas serão mantidas no Brasil, nas próximas décadas, políticas para que o País continue a crescer", afirmou.

Agencia Estado,

12 de novembro de 2002 | 17h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.