FHC vai à Rússia para fortalecer a área do comércio

O presidente Fernando Henrique Cardoso e um grupo de empresários brasileiros viajará para a Rússia entre os dias 13 e 16 de janeiro. O objetivo da visita, que contará também com a participação do ministros das Relações Exteriores, Celso Lafer, é fortalecer o comércio entre os dois países. O presidente da Câmara de Comércio Brasil-Rússia, Gilberto Ramos, afirmou que os negócios devem chegar a R$ 1,5 bilhão em 2002. Em entrevista à Rádio Eldorado AM-SP, ele declarou que esse número poderá dobrar num período de 2,5 anos graças à entrada de novos agentes financeiros. "O Banco do Brasil assinou contratos com os principais bancos russos, capitaneados por um banco que é uma espécie de BNDES russo, e hoje estão entrando ouros agentes financeiros da Rússia para dar lastro às operações comerciais entre o Brasil e a Rússia. Isso não existia até o início de 2001 e nós cremos que esse fator, esse endosso bancário vai facilitar muito a expansão dos negócios entre os dois países". Segundo Gilberto, o governo e os empresários russos também estão muito interessados na expansão das relações comerciais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.