Fiat é a primeira financeira a reduzir juros

O Banco Fiat liderou a redução nos juros do crédito entre as financeiras de montadoras ao anunciar ontem o corte nas taxas em seus financiamentos. Os bancos General Motors, Ford e Volks informaram apenas que estão avaliando o impacto da redução na taxa referencial de 16,5% para 15,75% ao ano sem especificar quando ocorrerá a redução nos juros em seus financiamentos. As taxas de juros da Fiat passam de 1,98% para 1,92% ao mês com entrada a partir de 50% e para 1,95% para operações com entrada a partir de 15%, todos com prazos que vão de 1 a 48 meses. As taxas irão vigorar a partir de sábado até o mês de janeiro de 2001, quando então o banco irá fazer uma nova avaliação dos juros e decidir pela manutenção ou alteração das novas taxas divulgadas. O Banco General Motors divulgou que mesmo antes da queda básica de juros já praticava uma das menores taxas do mercado: de 1,49% ao mês para financiamentos na linha Corsa com prazo de 24 meses. Victor Bialski, gerente de marketing do Banco Ford, diz que causou surpresa a redução expressiva na taxa referencial da economia e que isso deve se refletir nas taxas de juros da financeira, observando, no entanto, que não tem previsão de quando essa queda ocorrerá nos financiamentos do Banco Ford.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.