Fiat escolhe Sergio Marchionne para executivo-chefe

A Fiat SpA confirmou as expectativas e nomeou Sergio Marchionne para o cargo de executivo-chefe do grupo. Marchionne, que era executivo-chefe da companhia suíça de testes e inspeções SGS SA, substitui Giuseppe Morchio, que pediu demissão no domingo. Marchionne tem 52 anos e foi nomeado para o cargo de diretor não executivo da Fiat em maio de 2003. Ele era conhecido dos Agnellis porque o veículo de investimento da família, o IFIL Istituto Finanziaria di Partecipazioni SpA, tem indiretamente uma fatia na SGS. A Fiat informou ainda que sua comissão escolheu John Elkann como presidente do comitê de compensação. Elkann é vice-presidente e neto do neto do fundador da Fiat. A escolha de um novo diretor independente foi adiada para uma reunião futura. O novo presidente da Fiat, Luca Cordero di Montezemolo, nomeado domingo em substituição a Umberto Agnelli, que morreu na última quinta-feira, deverá dar uma entrevista coletiva ainda hoje em Turim. As ações da empresa subiam 2,9% na bolsa de Milão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.