Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fiat interrompe produção na Itália para reduzir gastos

Parada, que vai durar um mês, causará a dispensa temporária de cerca de 50 mil funcionários

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

15 de dezembro de 2008 | 15h56

A montadora Fiat iniciou uma interrupção de um mês na produção nas fábricas da Itália como parte dos esforços de redução de gastos, em meio à desaceleração econômica e queda da demanda por carros. A pausa, que originalmente duraria três semanas, foi estendida para incluir os fechamentos de Natal e final do ano, disse uma porta-voz da montadora. A interrupção causará a dispensa temporária de cerca de 50 mil funcionários. Veja também:Desemprego, a terceira fase da crise financeira globalDe olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise   A Fiat está fazendo uso de uma medida de dispensa temporária apoiada pelo governo, que serve como uma forma de seguro contra o desemprego, permitindo que a montadora pague aos funcionários a maior parte do salário com dinheiro estatal. Desta forma, a Fiat pode reter os trabalhadores enquanto a produção está parada. Nos últimos meses, conforme a demanda global por carros diminuiu, o presidente-executivo da Fiat, Sergio Marchionne, afirmou que fecharia temporariamente as fábricas para reduzir a produção e cortar custos. Os novos registros de veículos na Itália caíram quase 30% em novembro, em base anual, após queda de 19% em outubro e de 5,5% em setembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.